Inteligência Artificial poderá fazer a diferença no mercado farmacêutico

A tecnologia está presente em todos os setores e não é diferente para o mercado farmacêutico. Para discutir o assunto, aconteceu hoje (18/07), na capital paulista, o Worshop Retail Farma Brasil – Desenvolvimento de Categorias no Mundo da Inteligência Artificial. O evento é realizado pelo Grupo Enter Varejo, em parceria com a ESPM, a IQVIA e a RPLLIMA.

O primeiro palestrante do dia, o diretor de negócios de Consumer Health da IQVIA, Rodrigo Kurata, falou sobre algumas das principais mudanças na relação entre o varejo e o consumidor. Agora, o shopper é mais bem informado e está no centro das atenções. Para lidar com isso, a indústria precisa se adaptar, acelerar a inovação e investir em insights.

São esses insights e necessidades que levaram o professor da ESPM, Alexandre Marquesi, a mostrar algumas das tecnologias mais inovadoras para ajudar no Gerenciamento por Categorias (GC). É o caso de um software que simula a loja antes de ela ser montada e convida consumidores a visitá-la com realidade aumentada. Ou seja, todo o  teste é feito antes de o estabelecimento ser construído.

As discussões tornam-se ainda mais importantes em um momento de abertura de novas lojas por todo o Brasil. É o caso da Onofre da Rua Pamplona (na capital paulista) que está em reforma para a abertura da primeira CVS no Brasil. O espaço terá dois andares e a expectativa é de que algumas das tecnologias já implantadas pela rede nos Estados Unidos cheguem ao mercado brasileiro.

Foto: Shutterstock

#farmácia #inteligênciaartificial #mercadofarmacêutico

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo