Faturamento da Farmarcas cresce 58% em um ano

Em um momento no qual muitos reclamam de crise, a administradora de redes de drogarias Farmarcas vem percorrendo um caminho inverso. Em números totais, o faturamento das lojas associadas à Farmarcas passou de R$ 55 milhões em agosto de 2015 para R$ 87 milhões em agosto de 2016, o que representa um aumento de 58% no período de um ano.

Os dados são reflexos do aumento do faturamento individual das lojas e do aumento no número de farmácias associadas. Os principais diferenciais que explicam e baseiam esse crescimento exponencial são as ferramentas diferenciadas de gestão, que buscam padronizar os atendimentos de todas as lojas. O diretor operacional da Farmarcas, Ângelo Vieira, conta que há um cuidado muito grande na padronização dos processos das farmácias. “Essa preocupação vai desde a fachada e o layout das lojas até a possibilidade de descontos e o preenchimento de dados administrativos. Para isso, investimos intensamente em profissionais de relacionamento com as farmácias, que chamamos de ‘Anjos’”.

Os ‘anjos’ são um grupo de profissionais responsáveis pela gestão do relacionamento entre a Farmarcas e as farmácias. Eles possuem um painel de lojas e, a partir das ordens de serviço registradas no sistema de controle do cadastro de associados, monitoram e acompanham para que todas as demandas sejam resolvidas com rapidez e eficiência. Eles também são responsáveis, por orientar as lojas, quanto ao correto preenchimento das ferramentas disponibilizadas, como correções e ajustes nos relatórios de lucratividade, e também na divulgação das inúmeras campanhas promocionais desenvolvidas pela equipe comercial.

Segundo Vieira, as projeções de crescimento para os próximos períodos também são positivas. ”Estamos otimizando ainda mais nossas ações e trabalhando de forma que os clientes possam buscar nas farmácias das redes associadas os melhores preços de medicamentos. Isso se deve ao fato de termos estudos que apontam que o preço é um dos fatores definitivos na hora da compra de medicamentos”, finaliza.

Fonte: Farmarcas


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo