Expo Pharma retoma sua posição no setor com novo formato

Os dias 21 e 22 de setembro foram, no mínimo, marcantes para o varejo farmacêutico. Neste breve período o mercado pôde presenciar o retorno, com força total, de seu principal evento, a Expo Pharma, que aconteceu no Hotel Windsor Barra, no Rio de Janeiro.

Ao todo, 60 expositores posicionaram seus estandes, muitos deles trazendo dezenas de parceiros, com seus produtos e serviços, sempre com condições diferenciadas para a feira. E o público não decepcionou. Empresários, gestores e farmacêuticos compareceram e aproveitaram o momento. Em um Brasil em transição e com futuro ainda incerto, a Expo Pharma trouxe para a abertura e o encerramento do 12º Congresso do Varejo Farmacêutico dois dos principais jornalistas de política e economia do País, Mirian Leitão e Merval Pereira. Ambos traçaram suas percepções sobre o momento e projetaram o que está por vir, dentro de suas análises da conjuntura. A palestra de Mirian Leitão foi uma das mais concorridas e ocorreu em seguida à breve solenidade de abertura, que contou com as presenças do presidente do Sincofarma-Rio, Felipe Terrezo; do presidente do Sistema Fecomércio, Orlando Diniz; do presidente da Ascoferj, Luis Carlos Marins; do presidente do CRF-RJ, Marcus Athila; do secretário estadual de Turismo, Nilo Sergio Felix; do vereador Eliseu Kessler; e do médico Edimilson Migowiski.

O presidente do Sistema Fecomércio falou do empenho junto ao Governo do Estado para o desenvolvimento social que resulte em melhores condições também ao comércio. Orlando Diniz, enumerou rapidamente os diversos eventos que tem sido realizado no interior visando esse desenvolvimento. As palestras seguintes, duas trataram das vacinas como um novo canal de vendas e serviços para o varejo. O tema foi defendido pelo infectologista e presidente do Instituto Vital Brazil, Edimilson Migowiski e pelo Dr. Bruno Leite Moreira, vice-diretor do Instituto de Pediatria da UFRJ e especialista em direito tributário, que destacou os aspectos legais e técnicos da vacinação nas farmácias.

O relacionamento entre médico/farmacêutico/farmácia foi destaque nas palestras do diretor da Sociedade Brasileira de Medicina Farmacêutica, Dr. Marcelo Lima, que falou sobre o uso racional da terapia medicamentosa; nas oportunidades de parcerias apresentadas pelo board da Liga Internacional das Sociedades de Dermatologia, Dr. Omar Lupi; e ainda na visão 2016-2021 exposta pelo diretor regional para a América Latina e Europa do Instituto Close-Up International, Paulo Paiva.

O uso da tecnologia como oportunidade de negócio foi tratada pelo diretor de marketing da Associação Brasileira das Empresas de Software, Carlos Sacco; pelo diretor executivo da Associação Brasileira dos Distribuidores de Tecnologia da Informação, Mariano Gordinho; e o assessor da Presidência da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia em Identificação Digital, Luiz Guimarães. Já o diretor comercial e de demanda da Dermage Skincare, Marcelo Fernandes, mostrou o bom prognóstico para os dermo e nutricosméticos e, numa segunda palestra, em conjunto com a nutricionista do Fluminense, Renata Faro, mostrou os bons números dos produtos nutricionais e como as farmácias podem lucrar com o nicho.




0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo