Distribuidores crescem no Brasil

O setor atacadista distribuidor cresceu 0,6% em termos reais e 6,9% em termos nominais, chegando a faturar R$ 250,5 bilhões, de acordo com o Ranking ABAD/Nielsen 2017, divulgado pela Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores (ABAD). O resultado, apesar de se aproximar da estabilidade, é considerado satisfatório, já que ano passado o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro sofreu retração de 3,6%.

Com isso, os agentes de distribuição respondem por uma fatia de 53,7% do mercado mercearil nacional (alimentos, bebidas, limpeza, higiene e cuidados pessoais), atingindo a soma de R$ 466,2 bilhões em 2016. É o décimo segundo ano consecutivo em que a participação do atacado distribuidor nesse mercado permanece superior a 50%.

O Nordeste teve destaque, com 197 empresas. Mas em faturamento, o Sudeste corresponde a 38% do segmento, seguido pelo Nordeste (25%), Sul (17%), Centro-Oeste (12%) e Norte (8%). Apesar da importância do Sudeste, a região cresceu 8,6%, abaixo da média nacional (10,1%), assim como o Nordeste (8%). O maior crescimento foi no Norte (15%), Centro-Oeste (12,6%) e Sul (12,8%).

Fonte: Assessoria de Imprensa Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores (ABAD) Foto: Shutterstock


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo