Diferenças entre gripes e resfriados

Com a chegada de épocas mais frias, como outono e inverno, a incidência de gripes e resfriados aumenta. O que muita gente não sabe é que existem diferenças entre essas doenças e complicações que podem surgir, caso não sejam bem tratadas.

Segundo o membro da Sociedade Brasileira de Infectologia e presidente da Sociedade Brasileira de Dengue e Arbovirose, Dr. Artur Timerman, tanto gripes quanto resfriados são doenças infecciosas. “As diferenças giram em torno da agressividade dos sintomas, que são muito mais fortes nos casos de gripe. Pacientes com esse quadro devem repousar, ingerir grandes quantidades de líquido e evitar ingestão de álcool”, explica. Dr. Timerman ainda reforça que a maior incidência de casos acontece em períodos mais frios, já que as pessoas costumam ficar em locais fechados, o que facilita a transmissão do vírus. “Entre as formas de transmissão, uma delas pode acontecer de maneira direta, ou seja, quando uma pessoa infectada espirra ou tosse, expelindo partículas mucoides no interior dos olhos, nariz ou boca de outra pessoa. Além disso, outra forma muito comum é a transmissão via mãos-boca, tanto por intermédio de superfícies contaminadas (por exemplo, apoio de mãos em veículos de transporte coletivo) ou contato pessoal direto, como aperto de mãos ou beijos”, diz.

Caso a gripe não seja tratada de forma correta, o quadro pode apresentar algumas complicações, como Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), pneumonia, sinusite, otite e até desidratação.

Para evitar que isso aconteça, é importante orientar o consumidor sobre as principais diferenças entre gripes e resfriados e formas de prevenção:

• Gripe e resfriado são doenças distintas, causadas por vírus diferentes, mas que partilham vários sintomas em comum.

• A gripe é uma infecção mais forte que o resfriado, costuma durar menos tempo e apresenta maior taxa de complicações, como problemas pulmonares e cardíacos. A gripe pode ser perigosa em idosos, bebês e pessoas com imunidade baixa. O resfriado, por sua vez, raramente causa complicações.

• Duas das principais diferenças entre a gripe e o resfriado são a febre e o estado geral do paciente. Enquanto o resfriado não costuma provocar febre (exceto em crianças pequenas), na gripe a febre é comum e costuma ser acima de 38ºC, principalmente nas crianças.

• Na gripe, o paciente apresenta-se mais prostrado, com dor de cabeça e, frequentemente, com dor nos músculos e articulações. No resfriado, o paciente tem coriza, tosse e espirros, mas permanece mais disposto, apenas incomodado com estes os sintomas

Fonte: Takeda Foto: Shutterstock



0 visualização0 comentário