Cortisona: Saiba o que é e quais medicamentos possuem

A cortisona é uma classe de hormônios que às vezes precisa ser ingerida através de medicamentos.

Causadores de muitas dúvidas, esses medicamentos devem ser usados de acordo com a prescrição do médico, seguindo todas as recomendações e orientações.

Ao contrário, podem causar problemas de saúde e efeitos colaterais irreversíveis.

Confira o que é cortisona, seus efeitos colaterais, suas utilidades e outras informações.

O que é a cortisona?

A cortisona também é conhecida por corticosteroide e é um hormônio produzido pelas glândulas suprarrenais. Assim, exercendo a ação anti-inflamatória.

Por isso, medicamentos com corticoides são sendo muito utilizados no tratamento de doenças como alergias, lúpus, asma, artrite reumatoide, casos de transplante de rim, bem como problemas dermatológicos.

Tais medicamentos possuem ação anti-inflamatória e imunossupressora, ou seja, usada para suprimir os mecanismos de defesa do corpo. Tal ação é necessária para procedimentos como transplantes e enxertos.

Contudo, por serem uma espécie de hormônio sintético, eles não atuam apenas onde está o problema. Assim, podendo acabar alterando o funcionamento de todo o organismo.

Seu uso requer cuidados e a indicação médica. Respeite as orientações de posologia à risca e o protocolo de retirada do medicamento do organismo também.

Quais os efeitos da cortisona no corpo humano?

A cortisona auxilia a suprimir os mecanismos de defesa do corpo. Assim, ajudando o corpo a aceitar órgãos transplantados, por exemplo. Isso porque ela tem ação anti-inflamatória e imunossupressora.

Para o que a cortisona é indicada?

Ela é indicada para grande parte das reações inflamatórias e em alguns casos de imunossupressão.

Como vimos, a cortisona é indicada para o tratamento de doenças como:    

  1. Hepatite autoimune.

  2. Asma.

  3. Lúpus.

  4. Leucemia e linfoma.

  5. Alergias.

  6. Artrite reumatoide.

  7. Gota.

  8. Vitiligo.

  9. Sarcoidose.

  10. Vasculite.

  11. Doença inflamatória intestinal.

  12. Alguns casos de psoríase.

  13. Urticária.

  14. Esclerose múltipla.

  15. Herpes Zoster.

  16. Transplante de órgãos.

  17. Edema cerebral.

  18. Mieloma múltiplo, entre outras.

Quanto tempo dura o efeito do corticoide no organismo?

O efeito de medicamentos com corticoide no organismo depende da forma de aplicação e de cada remédio.

Assim, os corticoides de depósito, que ficam depositados nos tecidos e nos órgãos, são os que mais demoram para passar o efeito, podendo chegar a vários meses.

Além disso, os efeitos do uso de medicamentos com corticoide podem ser permanentes.

Outros tipos de corticoide podem ter a duração mais curta, sendo eliminado do corpo em cerca de oito horas.

A melhor forma de descobrir quanto tempo dura o efeito do corticoide que você está usando é consultar o seu médio e o fabricante do medicamento.

6 tipos de medicamentos que possuem cortisona

1. Cortisona em colírios

A cortisona em colírio é usada para problemas oftálmicos, como conjuntivite. Assim, reduzem a vermelhidão, a irritação e a inflamação.

O Dexametasona e o Prednisolona são cortisonas em colírio.

2. Cortisona em spray nasal

Usados para tratar a congestão nasal intensa e a rinite, os medicamentos Mometasona e Fluticasona são alguns exemplos de cortisona em spray nasal.

cortisona em pomadas

3. Cortisona em pomadas

Encontrados em creme, pomada, loção ou gel, as cortisonas tópicas são geralmente utilizadas para tratar doenças de pele e reações alérgicas, como: urticária, eczema ou dermatite atópica.

4. Cortisona oral em comprimidos

As soluções orais costumam ser utilizadas no tratamento de doenças osteomusculares, reumáticas, endócrinas, dermatológicas, oftálmicas, respiratórias, alérgicas, hematológicas, neoplásicas, entre outras.

Alguns exemplos são o Deflazacorte e o Prednisona.

5. Cortisona inalável

Usados no tratamento de doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), asma e alergias respiratórias, alguns exemplos de cortisonas inaláveis são o Budesonida e o Fluticasona.

6. Cortisona injetável

Indicados para o tratamento de condições alérgicas, dermatológicas, do colágeno, alterações osteomusculares e no tratamento de tumores malignos, alguns exemplos são o Betametasona e o Dexametasona.

Quais são as contraindicações da cortisona?

É necessário consultar um médico e seguir corretamente as orientações para usar a cortisona.

Contudo, ela é contraindicada para pessoas com sensibilidade ou alergia à substância e a outros componentes presentes nas fórmulas.

Além disso, pessoas com infecções não controladas ou infecções fúngicas sistêmicas não devem utilizá-la.

Os medicamentos também devem ser usados com cautela por pessoas com obesas, com glaucoma, diabetes, insuficiência cardíaca, insuficiência renal osteoporose, úlcera gastroduodenal, epilepsia, psicose, hipertensão e mulheres na menopausa.

Isso porque o medicamento pode aumentar a pressão arterial, a glicemia e aumentar a fragilidade óssea.

Já o uso em crianças deve ser apenas em extrema necessidade, porque seu uso pode causar danos no desenvolvimento esquelético e muscular.

Além disso, é necessário realizar exames para analisar questões como o metabolismo do paciente antes de receitar o medicamento.

Isso porque para que a cortisona seja indicada, os benefícios devem ser maiores do que os riscos que o paciente corre ingerindo a substância.

Seu uso prolongado também pode trazer riscos.

A cortisona possui efeitos colaterais?

Como todo medicamento, a ingestão da cortisona pode trazer efeitos colaterais a quem usa.

Alguns dos mais comuns são:

  1. Aumento do apetite

  2. Má digestão

  3. Cansaço e insônia

  4. Catarata, aumento da pressão intraocular e olhos salientes

  5. Inflamação do pâncreas e esôfago

  6. Úlcera no estômago

  7. Agitação e nervosismo

  8. Reações alérgicas locais

  9. Aumento dos níveis de açúcar no sangue

  10. Alterações no sistema imunológico. Assim, podendo reduzir a habilidade do organismo para combater infecções, entre outros efeitos colaterais.

Eles podem ocorrer de maneira leve e reversível, sendo interrompido com o final do tratamento, ou podem ser irreversíveis.

Perguntas e respostas sobre a Cortisona

A cortisona gera sonolência?

O uso da cortisona pode causar momentos de euforia, nervosismo, irritabilidade, vontade de chorar, bem como dificuldade para dormir. O uso também pode causar perda de memória, depressão e perda da concentração. 

A cortisona engorda?

Sim, a cortisona pode causar aumento de peso.

Caso o medicamento seja utilizado por pouco tempo, o aumento de peso costuma ser pouco notável e a pessoa costuma voltar ao peso inicial após a conclusão do tratamento.

O aumento de peso acontece porque a cortisona costuma aumentar o apetite, causar acúmulo e redistribuição de gordura no corpo, bem como proporciona a retenção hídrica.

Contudo, uma dieta adequada, a prática de exercícios e ter boas noites de sono podem evitar esse quadro de aumento de peso.

Consulte seu médico para receber as melhores orientações para durante o tratamento com a cortisona.

beber usando cortisona

Posso beber usando cortisona?

Não é recomendado ingerir bebidas alcoólicas durante o tratamento com medicamentos com cortisona. 

Isso porque como o medicamento é derivado do colesterol, ele tem muita gordura e é metabolizado de maneira mais lenta. 

Assim, a bebida pode atrapalhar o efeito esperado pelo médico.

Conclusão

Como vimos, o uso da substância cortisona pode ter efeitos colaterais temporários e reversíveis ou danos severos e irreversíveis a saúde.

Desse modo, seu uso deve ser prescrito por um médico, que tenha analisado seu histórico médico e sua condição atual de saúde.

Além disso, a ingestão deve ser feita respeitando a orientação médica.

O medicamento está disponível em seis opções diferentes. São elas: injetável, inalável, pomadas, comprimidos, spray nasal e através de colírios.

Leia também: Álcool e remédio é proibido? Conheça todos os riscos envolvidos

Fonte: Guia da Farmácia

Fotos: Shutterstock

#cortisonaefeitoscolaterais #cortisonainjetável #cortisonamedicamento #cortisonadasono #cortisonapomada #cortisonanatural #cortisonaengorda #cortisonacomprimido

1 visualização0 comentário