Confira o mercado de trabalho e possibilidades da carreira

Verificar normas sanitárias, checar a composição dos medicamentos e cosméticos, e testar substâncias que entram na composição de medicamentos. São estas algumas das funções que o profissional formado em Farmácia irá desempenhar ao longo da carreira.

Para o professor do curso de Farmácia da Unigranrio, Wallace Pacienza Lima, a profissão possui atuação em diversos setores no mercado de trabalho, e de acordo com Conselho Federal de Farmácia (CRF), existem cerca de 78 áreas de atuação para o farmacêutico, muitas delas restritas ao profissional do medicamento, como exemplo, a Tecnologia e Produção de Medicamentos, Farmácia Social e Hospitalar.

“Os farmacêuticos que acabam de se formar encontram um mercado de trabalho aquecido e com alta empregabilidade. De acordo com dados da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) do ano passado, o Brasil possui cerca de 97 mil farmácias e drogarias, apresentando o quarto maior mercado farmacêutico do mundo. Com o aumento de investimentos no desenvolvimento de novos medicamentos utilizando nanotecnologia, este mercado pode ser ainda mais promissor. Além disso, atualmente há o fortalecimento da Farmácia Clínica, aquecendo ainda mais o mercado profissional farmacêutico”.

Assim que o aluno se forma, as opções que o mercado oferece são inúmeras, indo desde acupuntura, onde o farmacêutico, depois de realizar o curso de acupuntura, pode abrir uma clínica e realizar esta prática; passando pela bacteriologia clínica, em que detecta bactérias através de meios de cultura, identifica e faz laudos sobre os achados; e até mesmo trabalhando em bancos de cordão umbilical, importante para pacientes que necessitam de medula óssea.

Segundo a farmacêutica da Oncoclínica RJ, Larissa Ferreira de Souza, o mercado no Brasil tem grandes diferenças regionais. “O Sudeste, por exemplo, é a região com maior prevalência de profissionais, com cerca de 40% dos farmacêuticos brasileiros. No Rio de Janeiro, a área de atuação com maior número de profissionais ainda é a farmácia/drogaria, seguida das análises clínicas. Vale ressaltar que a atuação farmacêutica vem crescendo na área de pesquisas, bem como a estética”.

Fonte: Extra Online – RJ Foto: Shutterstock

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo