Brasil foca em medicamentos biológicos

O envelhecimento da população eleva a incidência de doenças crônicas e neurodegenerativas, servindo como um dos pilares da importância dos medicamentos biológicos, moléculas complexas obtidas com o cultivo de células geneticamente modificadas.

Nos últimos três anos, diferentes laboratórios farmacêuticos nacionais fizeram investimentos que chegam a R$ 3 bilhões para se tornar competitivas em biotecnologia humana. Estima-se que esse mercado atinja US$ 45 bilhões somente em patentes expiradas e a expirar entre 2014 e 2018.

Dominar a biotecnologia é essencial, uma vez que o mercado brasileiro depende de importações. Em 2016, o Ministério da Saúde gastou R$ 3 bilhões com biofármacos.

Para tentar mudar este quadro, o programa de Parcerias para o Desenvolvimento Produtivo (PDPs), por meio de acordos tripartites entre empresas privadas, laboratórios públicos e o ministério, ajuda o Estado a usar seu poder de compra para promover a fabricação em território nacional. A economia com as aquisições via PDPs entre 2011 e maio de 2017 soma R$ 4,68 bilhões.

Fonte: Valor Foto: Shutterstock

#lançamento #medicamentos #produção

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo