Blanver busca diversificar clientela

O laboratório brasileiro Blanver quer reduzir sua dependência dos contratos públicos. Hoje, praticamente 100% das vendas vão para o Sistema único de Saúde (SUS), estratégia que deixa a companhia exposta aos humores do campo político.

Com plano de investir cerca de R$ 300 milhões nos próximos quatro anos, a companhia, de acordo com o CEO do laboratório Blanver, Sergio Frangioni, já colocou no mercado, em parceria com a Drogaria São Paulo, um medicamento genérico para HIV que custa R$ 150, metade do valor dos produtos concorrentes.

“Nós também demos início a um projeto com a Eurofarma para fornecimento de Insumo Farmacêutico Ativo, o IFA, para medicamentos contra HIV e, depois, para transtorno bipolar”, afirma Frangioni.

Leia também: Eurofarma lança podcast ‘Emagrecimento Sustentável’ Anvisa aprova primeiro genérico brasileiro de prevenção do HIV

Foto: Blanver Fonte: IstoÉ Dinheiro

#blanver #blanvereurofarma #eurofarma #laboratórioblanver

0 visualização0 comentário