Biomm tem alta na Bolsa após negociação de insulina

As ações da farmacêutica Biomm aumentaram 47,3% para R$ 11,05 após 378 negócios. O volume negociado, de R$ 1,4 milhão, superou a média para a ação, de R$ 13 mil em maio e de RR 23 mil em 2017. O crescimento aconteceu após a assinatura de um acordo para a distribuição e comercialização de insulina humana inalável em pó com a americana MannKind Corporation.

Pelo acordo, a Biomm será responsável pelo processo de registro do medicamento, sob a marca Afrezza, na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pelo registro de preço junto à Câmara de Regulação de Mercado de Medicamentos (CMED). Depois dos registros, a insulina será fornecida pela MannKind para a Biomm, que assumirá a promoção, distribuição e venda no Brasil.

“Consideramos o Afrezza uma forma inovadora de tratamento muito aderente ao nosso portfólio”, diz em nota o executivo-chefe da Biomm, Heraldo Marchezini. De acordo com ele, a farmacêutica brasileira será a primeira a trazer para o mercado local “uma solução diferenciada para aplicação de insulina de ação rápida que pode ser usada, por exemplo, no horário das refeições”.

Fonte: Valor

Foto: Shutterstock

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo