Ativa Logística inaugura novo CD com capacidade de ampliar armazenagem e movimentação

Menos de 2 km separam o Centro de Distribuição (CD) atual do novo CD da Ativa Logística, um dos maiores operadores logísticos de saúde, beleza e bem-estar no Brasil, em Itapevi, na Grande São Paulo. Com uma estrutura de última geração na construção de armazéns e adequada às operações logísticas, e soluções sustentáveis, a área de 15,5 mil metros quadrados do novo empreendimento foi inaugurado de forma oficial no dia 4 de dezembro. Ele possibilita ampliar a capacidade de armazenagem e movimentação em 50%. As atuais 10 mil posições-paletes saltarão para 15 mil e ainda há uma área de expansão que poderá chegar a 20 mil metros quadrados.

A mudança de CD implica em um investimento de mais de R$ 10 milhões da Ativa Logística, boa parte dele na construção e adequação de uma área de temperatura controlada para atender em especial a indústria farmacêutica, foco do crescimento e atenção da companhia para os próximos anos. Ainda existem outros aportes em softwares de gestão de transporte (TMS) e armazém (WMS). “A mudança vai nos permitir trabalhar em quatro frentes primordialmente. Assim, aumentando nossa eficiência de atendimento, ampliando a produtividade e a rentabilidade operacional, conquistando mais clientes no setor farmacêutico e melhorando as condições de trabalho para nossos colaboradores”, destaca o presidente da Ativa Logística, Clóvis A. Gil.

Novo CD da Ativa Logística

De acordo com o gerente de Operações Logísticas da Ativa Logística, Luiz Correia, o novo CD deverá registrar mais de 1,3 milhão de unidades de produtos, bem como 100 mil caixas movimentadas e 25 mil notas fiscais expedidas mensalmente. Com a entrada de novos clientes estima-se um crescimento de 15% no faturamento nas temporadas 2019 e 2020. Em 2018, a companhia faturou R$ 300 milhões.

No novo CD em Itapevi, os medicamentos deverão representar 40% do volume movimentado no local. Essa porcentagem está atrás apenas dos cosméticos, que corresponderão a 50%, as duas principais áreas de atendimento da Ativa. A área também prevê fechar o ano com crescimento de 17% em movimentação de cargas. Em seguida, material gráfico, com 15%, e insumos farmacêuticos, equipamentos e materiais de saúde e alimentos, cada um com 5%, vêm logo a seguir.

Com 18 filiais em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espirito Santo e Curitiba no Paraná, a grande aposta da Ativa, responsável por 150 mil entregas mensais, para expandir suas operações está em seus principais diferenciais de mercado: áreas de adequação (ink jet, rotulagem, montagem de kits, inclusão de manuais e bulas, etc); e a separação de pedidos (cargas fracionadas). A companhia investe também em tecnologia e adotou um sistema de CRM para ter uma visão 360 das operações. “Tudo isso para aprimorar o relacionamento com os clientes, bem como entender melhor seus desejos e necessidades. Assim, buscando identificar novas soluções de forma inovadora e eficiente”, comenta Gil.

Investimento e crescimento

Desde o ano passado a companhia fortalece o conceito de integrador logístico em suas operações. Ela oferece o transporte pelo modal rodoviário desde sua fundação. Além disso, há três anos o faz pelo modal aéreo, quando adquiriu o controle total da Trans Model Air Express. “Os segmentos que atuamos necessitam de capacitação e experiência do integrador logístico, especialmente em razão da capilaridade dos pontos de venda. Com a terceirização logística, as indústrias podem concentrar seus esforços em seu core business (inovação, produção e vendas), ganhando em competitividade e reduzindo seus custos”, afirma Gil.

Foto e fonte: Ativa Logística


#AtivaLogística #centrodedistribuiçãoativa #centrodedistribuiçãoativalogistica

0 visualização0 comentário