Ano de 2016 começa com retração de fluxo no varejo físico

No primeiro mês de 2016, o fluxo de pessoas no varejo físico registrou queda de 6,7%, se comparado ao mesmo período de 2015, segundo dados da Virtual Gate, empresa especializada no monitoramento do tráfego de pessoas em lojas de varejo. Quando o comparativo é feito com o mês anterior – dezembro 2015 –, a retração é de 34,6%, puxada pela sazonalidade do Natal.

O estudo detectou também que as regiões Centro-Oeste (-8,5%) e Sudeste (-7,5%) encabeçaram a queda de fluxo na comparação entre janeiro de 2016 em relação ao mesmo período de 2015, com reduções acima dos 7%. A região Norte do País foi a única a registrar crescimento no periodo, com uma pequena alta de 0,1%.

Captura de Tela 2016 02 15 as 15.46.44

Os números mostram ainda que o fluxo médio de janeiro de 2016 foi próximo ao registrado em fevereiro de 2015, o que gera um alerta para a provável retração em fevereiro 2016, reforçado pelo período de Carnaval. Segundo o diretor de Relações Institucionais da Virtual Gate, Caio Camargo, uma combinação de fatores pode ter colaborado para a queda no mês de janeiro. “Tradicionalmente, o consumo diminui neste periodo por conta das despesas fixas de início do ano. Isso, combinado com o momento de maior cautela por parte do consumidor, puxou os números para baixo.”

Foto: shutterstock







0 visualização0 comentário